Quem somos

Na década de cinquenta do século passado foi doada à paróquia de Nespereira a quantia de cinquenta mil sendos para a chamada sopa dos pobres da Paróquia. Durante poucos anos foi cumprida a doação tendo dado origem ao Centro de Assistência Paroquial de Santa Eulália de Nespereira que nunca funcionou.

Pelos anos oitenta sentiu-se a necessidade da existência de uma Creche e Infantário que iniciou atividades em 1 de setembro de 1984 com a denominação de Centro Social da Paróquia de Santa Eulália de Nespereira.

É uma instituição sem fins lucrativos de direito privado, dotada de personalidade jurídica e gozando da denominação de IPSS – Instituição Particular de Solidariedade Social.

Os objectivos do Centro Social são promover e contribuir para a promoção integral da Pessoa Humana e seu desenvolvimento integrado na Comunidade. Isto a partir dos princípios da Igreja Católica, da Declaração Universal dos Direitos do Homem e dos direitos e deveres consignados na Constituição da República Portuguesa, designadamente nas valências de apoio à infância e terceira idade, assim como na promoção e protecção da saúde.

A Instituição desenvolve as valências de Jardim de Infância com Creche e Pré-escolar, Serviços de Apoio Domiciliário, Cuidados Continuados Integrados de Longa Duração e Manutenção, Cantina Social, Academia Sénior e Apoio Social a pessoas carenciadas.

Privilegiam-se as oportunidades de cooperação e partilha com todos os parceiros sociais em geral e com o Instituto da Segurança Social, I.P. e A.R.S. Norte, em particular, no sentido de aperfeiçoar a cooperação formal e não formal na prossecução dos objectivos pretendidos.

Padre Américo Pinto Ribeiro – Presidente da Direção

Missão, Visão e Valores

Missão:

 

Promover o bem-estar e o humanismo das Pessoas e ajudá-las no desenvolvimento do seu potencial.

 

Visão:

 

O Centro Social de Nespereira pretende ser uma instituição de excelência em Portugal no núcleo das IPSS, integrada numa rede de parceiros sociais, baseando a sua intervenção na melhoria contínua das suas práticas, gerando sustentabilidade, qualidade, proximidade e humanização dos seus serviços e no aumento das respostas emergentes, numa perspetiva biopsicossocial e espiritual das pessoas que nos procuram.

Valores:

 

Trabalho – Alcançar a excelência exige dedicação, persistência e espírito de sacrifício

Equipa – Sentido coletivo apurado, banir o egoísmo e realçar a cooperação

Organização – Definir prioridades, nunca terminaremos se não soubermos por onde começar

Responsabilidade – Assumirmos a nossa responsabilidade hoje para um amanhã melhor

Humanismo – Sermos sensíveis às necessidades de quem nos rodeia

Determinação – A persistência aliada à humildade e ausente de orgulho faz equipas de sucesso

Alegria – A felicidade é possível, conciliando sempre afetividade com responsabilidade